A carregar...
Desligar

Notícias

Tuberculose - protege-te!

A Tuberculose é uma doença que tem como principal hospedeiro o ser humano, cujo agente causador se aloja essencialmente nos pulmões. 

É uma doença em que a manifestação de sintomas pode não ser imediata, ou seja, podemos ser infetados, mas apenas manifestar sintomatologia num momento em que o nosso sistema imunitário se encontra mais debilitado.

A forma de transmissão da Tuberculose é aérea, pelo que ao falar, espirrar, mas essencialmente ao tossir, as pessoas portadoras da doença projetam partículas de saliva que contêm bactérias (bacilos) causadoras da doença.

Assim, os ambientes favoráveis à propagação e contágio da doença são locais onde circulam muitas pessoas e não exista uma correta higiene, ventilação e entrada de luz solar.

Infelizmente, os casos de Tuberculose em Portugal continuam a existir, havendo mesmo algumas estirpes do bacilo multirresistentes cujo tratamento é difícil.

Dado que a qualquer momento podemos ter contacto com o bacilo sem aviso prévio, e se contactas diariamente com várias pessoas cujo estado de saúde desconheces, existem alguns cuidados que podes ter para te protegeres:

  • Evitar contacto próximo com pessoas infetadas com tuberculose em fase contagiosa e que não tenham iniciado tratamento, caso tenhas essa informação;
  • Se fazes trabalho sexual, areja diariamente e mais que uma vez por dia o teu espaço de trabalho, abre janelas para que o ar circule e os raios de sol entrem, principalmente após a saída de um cliente;
  • Se o teu local de trabalho apresenta paredes com sinais de humidade, procura solução para esse problema, mas, entretanto, limpa com lixívia as manchas escuras que possam aparecer pois elas são locais ideais para a proliferação de microrganismos nocivos à tua saúde;
  • Não permitas que fumem dentro do teu espaço e evita tudo o que produza fumo (incensos, velas, etc.);
  • Procura um médico se tiveres tosse persistente e que dure há algumas semanas, suores noturnos, perda de peso e fraqueza;
  • Caso contactes com alguém que saibas que está doente, informa o teu médico para que possas ser encaminhada(o) para o Centro de Diagnóstico Pulmonar para fazeres o rastreio. Este rastreio consiste num Rx pulmonar e análises ao sangue.

Bibliografia

www.dgs.pt

www.arsnorte.min-saude.pt

www.fundacaoportuguesadopulmao.org